fbpx

Cuide bem do seu tablet

Entre as precauções que estão nos manuais dos tablets, a que mais chama a atenção é, sem dúvida, “nunca secar o tablet no micro-ondas”.

Mas os livretos de instrução contêm conselhos relevantes também para quem tem todos os parafusos no lugar.

Um deles é sobre a umidade relativa do ar. Lugares muito úmidos, como praia, piscina e banheiro, não deveriam ser uma escolha frequente para usar o aparelho -respingos de chuva também podem causar danos.

É sabido que expor o tablet a altas temperaturas não é uma boa ideia, mas mesmo pequenos descuidos –como usar o dispositivo no colo ou deixá-lo no carro– podem causar problemas irreversíveis e que não são cobertos pela garantia das fabricantes.

Para evitar que danos estéticos diminuam o valor de revenda do seu aparelho, é importante usá-lo com capa e película. “Para que a sensibilidade não seja diminuída, também é bom trocar a película a cada seis meses, no máximo”, diz Paulo Ferrari, analista na empresa de suporte técnico Interalpha.

Ferrari diz que os donos de iPad não devem comprar a capa feita pela Apple, a Smart Cover, porque, além de cobrir só a parte frontal, ela pode causar acidentes. “Os usuários ficam tentados a suspender o iPad pela capa, confiando na força dos ímãs dela, e derrubam o aparelho”, diz.

Para retardar a perda de capacidade da bateria, deve-se, quando possível, manter a carga por volta dos 40% e evitar descargas totais ou cargas completas por muito tempo.

Manter atualizado o software é crucial para corrigir falhas de segurança. Usuários de Android podem baixar antivírus comoNorton e AVG. A App Store não tem softwares do tipo, mas isso não deve ser motivo de preocupação: o sistema iOS impede interação entre aplicativos, o que, junto com outras medidas da Apple, minimiza a ação de vírus.

 

Fonte: Folha 

Precisa de um plano de hospedagem para seu site?