fbpx

Golpe do boleto vencido gera fatura falsa e paga valores a cibercriminosos

Cibercriminosos brasileiros desenvolveram um novo método para tentar arrecadar dinheiro de forma ilícita. Os hackers estão utilizando sites que prometem recalcular boletos vencidos para gerar faturas falsas, a partir das informações bancárias digitadas pelos internautas. Caso as faturas recalculadas sejam pagas pelos usuários desses sites, o dinheiro é encaminhado para os criminosos e não para as empresas que deveriam recebê-lo. 

sites-geram-boletos-falsos-e-enganam-consumidorA ideia é oferecer um serviço atrativo para o usuário que esqueceu de pagar uma conta e precisa recalcular o valor de sua dívida. Os criminosos pedem para que a pessoa digite a linha de números que fica acima do código de barras do boleto em uma página na internet e, em seguida, pedem mais dados importantes, como emissor do boleto, valor e CPF.

As informações são coletadas para que o usuário, ao clicar em “Imprimir boleto”, receba a suposta fatura, já recalculada. Porém, é gerado um documento falso, sem vínculo com a loja e, caso o usuário pague, o dinheiro cai diretamente nas mãos de quem criou o golpe.

“Um dos primeiros sites a oferecer o serviço foi o “Reboleto”, que possibilitava recalcular a linha digitável do boleto e os juros a serem pagos, permitindo que o documento pudesse ser pago através do internet banking, mesmo depois de vencido”, explica a Kaspersky Lab, empresa de segurança online que detectou a ameaça no Brasil. Ainda segundo a companhia, por pressão dos bancos, a página foi forçada a sair do ar em 2012, após grande número de fraudes.

A recomendação dos especialistas, portanto, é evitar acessar estes sites e dar preferência aos serviços do seu próprio banco. Afinal, as páginas das instituições têm a obrigação de serem seguras para os seus clientes. Além disso, possuir um software que faça proteção do PC durante a navegação na Internet também é fundamental.

 

Via TechTudo

Precisa de um plano de hospedagem para seu site?