fbpx

iPhone 5 já pode ser vendido no Brasil, mas não vai ter conexão 4G

O primeiro passo para o iPhone 5 chegar ao Brasil já foi dado: a Agência Nacional De Telecomunicações homologou o produto e divulgou em seu site um documento que libera a sua venda em lojas brasileiras. No entanto, o suporte do celular à Internet 4G, que é um dos destaques do novo modelo, não vai estar disponível no país.

iPhone 5 já pode ser vendido no Brasil (Foto: Reprodução)

Embora a Apple e as operadoras não tenham divulgado a data de chegada do iPhone 5 no mercado brasileiro, o certificado da Anatel informa que eles já podem preparar o lançamento nacional do iPhone 5. O dispositivo chegou em setembro nos Estados Unidos, e a empresa da maçã divulgou que ele estaria até dezembro em cerca de cem países. A expectativa é que o Brasil seja um deles.

A má notícia, porém, é que o modelo homologado pela Anatel não vai se conectar às redes 4G que estão sendo implantadas no Brasil. A banda de quarta geração brasileira funciona em 2,5 Ghz, frequencia que não consta na lista disponibilizada pelo órgão regulador.

Nos Estados Unidos, o gadget custa US$ 199 (cerca de R$ 400) na versão de 16 GB, contratando um plano de uma operadora, mesmo valor do iPhone 4S na época de seu lançamento. Assim, ainda que no Brasil os preços ainda não tenham sido revelados, é possível que o modelo custe algo em torno de R$ 1.999 – mesmo valor do 4S quando chegou aqui.

O iPhone 5 tem tela de 4 polegadas, câmera mais potente, processador A6 (duas vezes mais rápido que o seu antecessor) e o novo sistema operacional iOS 6. O novo smartphone usa um chip nano-SIM no lugar do micro-SIM (usado no iPhone 4S e vendido pelas operadoras brasileiras), que deve chegar ao país junto com o aparelho.

Aline Jesus / TechTudo

Precisa de um plano de hospedagem para seu site?