A página inicial da maior ferramenta de buscas da internet, a Google, foi hackeada na tarde desta terça-feira (3). De acordo com as imagens obtidas pelo TecMundo e por vários usuários pela internet, o autor do ataque se identifica como Kuroi’Sh. Diferente de muitas situações semelhantes, nenhum grupo levantou bandeira e, ao que parece, a invasão aconteceu apenas “por diversão” — também conhecido como “lulz”.


O ataque hacker realizado por Kuroi’Sh fez com que a Google tirasse do ar, por alguns momentos, o buscador, o Google Maps e o Google Translate. Outros serviços continuaram rodando normalmente.

O ataque foi um SQL Injection, segundo o próprio hacker e também foi direcionado ao DNS, tecnicamente falando. Um DNS, Domain Name System, é o sistema de gerenciamento de nomes hierárquico para sites, praticamente. Ele permite a inscrição de vários dados digitados, além do nome do host e de seu IP.
Já o SQL Injection é um tipo de ameaça de segurança que se aproveita de falhas em sistemas que interagem com bases de dados via SQL.
O hacker também informou que, para a Google, a alteração na interface é apenas um “pequeno aborrecimento”.

Resposta da Google

“Alguns usuários de internet no Brasil tiveram problemas ao acessar o google.com.br devido a um comprometimento de servidores DNS: ou seja, a alteração maliciosa das configurações de direcionamento desses servidores, levando o usuário a um site diferente do que ele pretende acessar.

O Google não é responsável pelos servidores de DNS afetados, por isso notificou os administradores, que corrigiram o problema em 30 minutos. Os usuários ainda afetados podem fazer a troca do servidor DNS de sua rede, já que não há nenhum comprometimento do sistemas do Google. O DNS Público do Google pode ser uma alternativa.
Fonte: Tecmundo

 

Se até o Google pode ser hackeado você tem certeza que seu site é 100% seguro?
Recomendamos que utilize nossa ferramenta de backup Codeguard

Compartilhar é se importar!

shares
Precisando de ajuda com sua Hospedagem Web?