Tag: malware

Mais de 24 milhões de PCs brasileiros foram infectados por Malware

Depois do escândalo do WannaCry, tudo que o mundo tecnológico não precisa é de mais um ataque de grande escala, mas foi exatamente isso que descobriu a empresa de segurança CheckPoint. Um malware foi encontrado em mais de 250 milhões de computadores, sendo que 24 milhões deles são PCs brasileiros.

O malware em questão foi batizado de Fireball, e ele é capaz de se instalar em navegadores para transformá-los em “zumbis”. Para quem não sabe, quando se cita “zumbis” no contexto de segurança digital, estamos falando em máquinas infectadas que ficam sob comando de um cibercriminoso. Basta enviar uma ordem e o computador dominado a realizará, independente da vontade do usuário.

Leia Mais

WannaCry não morreu – Atenção

O ransomware WannaCrypt, também conhecido como WannaCry, assolou o mundo na sexta-feira (12). Foi noticiado que o especialista de segurança Marcus Hutchins (@malwaretech), ao comprar um domínio na internet, interrompeu as atividades do malware.
Contudo, o ransomware apenas desacelerou o número de novas infecções e continua atingindo novas máquinas. Além disso, uma segunda versão do WannaCry está dobrando a esquina.

O WannaCry 2.0 já está rodando e procurando novas máquinas para infectar

Leia mais

Ataque hacker já afeta 74 países em todo o mundo – fique atento

Diversos países no mundo, incluindo o Brasil, foram alvos de um ataque hacker nesta sexta-feira (12). De acordo com especialistas, a agressão hacker é, de certa forma, simples e praticamente obriga as empresas a pagarem o resgate.

Conhecido como Ransomware, o ataque busca travar o sistema dos computadores e instalar uma criptografia em todos os dados. Para que o dono da máquina possa acessá-los, é necessário fazer o pagamento de um resgate para que os hackers liberem uma ‘chave’ que libere os arquivos.

Leia mais

Novo vírus para Android pode acabar com smartphone

De acordo com um alerta da empresa de segurança Lookout, o Brasil está entre os dez países mais afetados por um grupo de pragas para Android, que podem se instalar em locais reservados do sistema.

Os vírus em questão fazem uso de falhas de segurança no Android para copiar os seus arquivos para uma pasta especial e assim garantir a persistência do vírus mesmo que seja feita uma restauração do sistema. A Lookout listou os dez países mais afetados com o vírus: Estados Unidos, Alemanha, Irã, Rússia, Índia, Jamaica, Sudão, Brasil, México e Indonésia.

Leia mais

NotCompatible: malware é suspeito de ter infectado 4,5 milhões de Androids

Dados obtidos pela companhia de segurança Lookout indicam que nada menos que 4,5 milhões de usuários de aparelhos Android podem ter infectado seus aparelhos com um malware complexo. Conhecida pelo nome “NotCompatible”, a ameaça alcançou sua terceira versão desde que começou a ser usada em janeiro de 2013.

Segundo a Lookout, o software malicioso “determinou um novo patamar para a sofisticação de malwares e complexidade operacional”. Entre os métodos usados para espalhar a ameaça está o download automático a participar de páginas infectadas e mensagens de spam que ofereciam patches de segurança falsos ou soluções de emagrecimento rápido.

Leia mais

Brasil foi um dos mais afetados por malware que bloqueia arquivos do PC

Os pilantras digitais estão cada vez mais agressivos e o Brasil é um dos principais países na mira dos criminosos da internet. Foi descoberta uma nova variante do ransomware chamada TorrentLocker, que age de forma muito parecida ao CryptoLocker, uma versão anterior desse tipo de malware. Ele infecta o computador e em seguida criptografa diversos arquivos, exigindo um pagamento para de liberá-los – mas não antes de ameaçar deletá-los até uma certa data. Estima-se que o TorrentLocker atingiu cerca de 4 mil empresas, principalmente na Itália (53,35%) e no Brasil (26,27%).

Leia mais

Bolsa de valores NASDAQ foi hackeada por malware possivelmente russo

A bolsa de valores especializada em ações de empresas de tecnologia, a NASDAQ, sofreu um ataque hacker em 2010, mas só agora o acontecido se tornou de conhecimento público, quando a Bloomberg Businessweek publicou uma reportagem que relatava os passos das investigações feitas pelo FBI, CIA e NSA sobre o assunto.

Apesar de tanto esforço do governo norte-americano para encontrar a origem do malware que atacou os servidores da bolsa de valores, foi considerado praticamente impossível rastrear os hackers responsáveis, dada a bagunça generalizada que eram os registros da NASDAQ na época. As agências de segurança que realizaram investigações separadamente encontraram rastros de diversos ataques de anos anteriores que se acumulavam sem a bolsa de valores ter feito praticamente nada.

Leia mais
Precisando de ajuda com sua Hospedagem Web?