21dez, 2017
0Comentários

Fim da neutralidade da rede?

Afinal o que seria neutralidade da rede?
Nada mais é do que o direito que todo usuário de internet tem de que todo conteúdo de internet seja tratado igualmente, ou seja, o que você paga de internet serve para acesso a qualquer tipo de aplicação (site, app e etc) da internet.

E por que esta expressão voltou ao tema mundial?
Se deu em razão da FCC (agência reguladora americana equiparável a ANATEL) ter abolido o princípio da neutralidade de redes de suas regulamentações.
Com a mudança, as grandes operadoras de internet poderão passar a cobrar por cada tipo de aplicação, por exemplo: poderá cobrar R$ 10,00 para um usuário que apenas usa a internet para redes sociais e mensagens e R$ 100,00 para outro de pacote streaming. O que poderá a ser benéfico para muitos usuários que não utilizam de alguns serviços.

No entanto, as possibilidades não param por aí, os pacotes de internet podem ir ainda mais além, as operadoras poderiam, por exemplo, liberar a utilização ilimitada para determinados apps (por exemplo youtube, facebook e etc) e com isso, pode afetar pequenas empresas, como seu serviço de streaming, app ou startup, como iria sobreviver a esta concorrência desleal?
Para essa pergunta ainda não há resposta, nem mesmo se esse cenário virá a ocorrer.

Até o momento não dá para sabermos se esta mudança será ou não benéfica aos usuários, mas uma coisa está muito certa, com a derrubada nos Estados Unidos será questão de tempo para que a mudança também ocorra no Brasil, e por isso será muito importante acompanhar de perto tudo que estiver ocorrendo.

Nos próximos posts estaremos detalhando melhor as mudanças e o cenário, mas até aqui de sua opinião, você é contra ou a favor?
Deixe seu comentário.

Escrito por: Marcelo R. Cassar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de um plano de hospedagem para seu site?