fbpx

O Google Bouncer

O Google Bouncer é um sistema de segurança criada pela empresa para a procura de malware no AndroidMarket para diminuir as aplicações perigosas.

O Bouncer, código nome para o sistema que procura malware, foi confirmado no blog do Google Mobile. Com este novo sistema, o Android começa a ter o que há muito é pedido pelos utilizadores, uma forma para que não haja tantas aplicações maliciosas no mercado de aplicações do Android.

Esta é uma excelente notícia, sendo que o Android é um sistema demasiado livre e há pouco controle nas aplicações descarregadas no Android Market, que fez com que o malware no Android aumentasse 472%. Um estudo recente, por parte da Symatic, indica que 5 milhões de utilizadores Android podem estar afectados.

Segundo Hiroshi Lockheimer, vice-presidente de engenharia Android, o novo sistema começa logo a fazer um scan assim que uma aplicação é descarregada par ao Android Market. No entanto, o Bouncer não é novo, já é usado desde o ano passado.

Todos sabemos que o Android é um sistema operativo móvel inseguro, devido às tardias actualizações, ou smartphones com versões desactualizadas. Por isso, hoje trago-vos 5 dicas para proteger o seu Android.

Recentemente, um relatório da Juniper Networks indicou que o Malware no Android aumentou 472%, um aumento enorme e que nos põe a pensar no que poderemos fazer para proteger o seu Android, para que não tenha o seu smartphone “hackeado”. Tendo em conta os nossos leitores, nomeadamente os detentores de smartphones Android, decidi indicar algumas dicas para proteger o seu smartphone Android.

Como já disse em alguns artigos, ou detentor de um LG Maximo 2X, que também corre o Android e, só recentemente, actualizou para o Android 2.3 Gingerbread. Por isso, eu também estava na posse de um smartphone que utilizava uma versão desactualizada, logo mais propícia a ser alvo de hackers, e algumas das dicas também eu as tinha em conta sempre que utilizava o smartphone, nomeadamente no Android Market.

1. Verifique os criadores das Aplicações

Esta é sem sombra de dúvida a melhor dica que pode ser dada aos utilizadores de smartphones para proteger o seu Android. Como devem saber (se não sabem ficam a saber), não há qualquer filtro por parte da Google no Android Market, o que permite que qualquer programador disponibilize uma aplicação no Android Market sem ser testado por ninguém.

Esta questão é uma das principais causas apontadas para que tenha havido um aumento de 472% no Malware para o sistema operativo Android. Basta pagar 25$ para criar uma conta de programador e fica com possibilidade de introduzir qualquer aplicação, uma excelente porta de entrada para os hackers. Somente após algumas denúncias a Google vai investigar a situação e, depois, a aplicação é retirada.

Por isso, antes de efectuar um download de uma aplicação verifique quem a criou e se teve muitos downloads, pois uma aplicação recente deve ser considerada sempre duvidosa.

Fonte: Android Authority

2.Verifique as permissões e comentários das aplicações

Se um alarme pede o acesso aos seus contactos, é, no mínimo, bastante estranho. Tenha em atenção as permissões que cada aplicação que instala tenha.

Antes das permissões, verifique os comentários de outros utilizadores. Se poder verificar no Google e em fóruns, é bom, mas no próprio Android Market está disponível os comentários de utilizadores que já fizeram download da aplicação e que a utilizarão.

Um grande conselho é, se não há comentários não instale, pois as aplicações que são boas e de confiança leva sempre outros utilizadores a comentar e a dar uma nota positiva.

3. Actualizar o Android assim que esteja disponível

Este é sem sombra de dúvidas o problema do Android, a fragmentação do sistema operativo que faz com que hajas imensas versões, algumas bem desactualizadas, normalmente disponíveis em smartphones mais baratos, que acabam por não ter qualquer actualização no sistema operativo, o que o torna mais frágil e fraco contra ataques de Malware.

Já há 200 milhões de Android activos e é o sistema operativo mais utilizados nos EUA e o sistema operativo presente em mais smartphones vendidos, logo, torna-o o mais apetecível pelos hackers, nomeadamente porque muitos dos smartphones comprados são baratos e vêm com versões desactualizadas.

Portanto, assim que souber que há uma actualização para o seu smartphone e a sua versão Android, faça-o o mais rápido possível.

Fonte: http://androidheadlines.com

4. Tenha uma aplicação Antivírus

Esta dica pode lhe parecer “estúpida”… Quem é que ainda não tem um antivírus no telemóvel? Mas a realidade é outra, muitas das pessoas não estão habituadas a pensar que o smartphone também é alvo de hackers, já que os telemóveis não precisavam, mas estes smartphones são diferentes, por isso esta dica ainda é importante.

Apesar de que se você seguir “à risca” as anteriores dicas, um antivírus não será muito necessário, no entanto, uma ajuda, apesar de pequena, é sempre mais uma ajuda.

Existe bons antivírus gratuitos, eu uso o LookOut, indicado por muitos sites da especialidade, como o CNet, como uma aplicação essencial num smartphone Android. No entanto, como seria de esperar, os melhores antivírus são os pagos, mas se utiliza o seu smartphone com moderação e “cabeça, certamente que um gratuito é suficiente.

5. Cuidado nos Wi-fi públicos

Lá está, esta é outra das coisas que as pessoas não se lembram. Se com um computador é preciso ter cuidado, porque acham que o smartphone é diferente?

Não se esqueçam que o smartphone, hoje me dia, é um pequeno computador de bolso e faz, quase, tudo o que um computador normal faz, o que é bom, mas torna-o sensível a estas situações como um computador.

Escrito por: Bruno Peralta
Fonte: http://www.tecnologia.com.pt/2011/11/5-dicas-para-proteger-o-seu-android/

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de um plano de hospedagem para seu site?