04jun, 2018
0Comentários

Google Lighthouse

O que é o Google Lighthouse e como ele pode ajudar meu desempenho na internet.

Uma vez me falaram que SEO são milhões de pequenas atividades que se fazem no site, com um objetivo comum de influenciar o ranqueamento nos mecanismos de busca (Google, Bing, etc.).

Olhando esse guia oficial do Google sobre SEO vemos como o assunto é vasto e quantos detalhes esses profissionais precisam se atentar no seu dia-a-dia.

Com o tempo, a gente percebe que temos mais milhares de ferramentas para cada uma dessas atividades que precisam ser executadas.

Ferramenta para otimizar as palavras-chave, plug-in para melhorar os links internos, publicadores automáticos de conteúdo, outra para ajudar na gestão das atividades, recomendação disso e daquilo; a lista é infinita.

Nesses casos, além de complicar a escolha da ferramenta a ser usada, fica difícil saber quem tem a melhor informação. Existem muitas divergências no mercado e em alguns casos não é possível testar as hipóteses, pois correlação não pressupõe causa.

Como o Lighthouse foi criado pelo Google, ele dá um caminho mais claro para alguns itens e ajuda a balizar o que é um webapp de qualidade. Por exemplo, dentro da categoria SEO, um dos itens é com relação ao tamanho da fonte para dispositivos móveis. Até então, o mercado falava em conteúdo legível, mas eu nunca tinha visto ninguém determinar que o tamanho mínimo para fontes em telefones era de 16 pxs.

Vamos a mais detalhes.

 

O lighthouse é um guia:

 
Ele é uma ferramenta criada pelo Google para analisar a qualidade de WebApps em geral, atualmente está focado em Progressive Web Apps (PWA). Veja como o próprio Google o descreve:

“O Lighthouse é uma ferramenta automatizada de código aberto que aprimora a qualidade de apps da Web. Ele pode ser executado como extensão do Chrome ou na linha de comando. Informe ao Lighthouse um URL que você quer auditar. Ele executará uma série de testes na página e gerará um relatório sobre o desempenho da página. Nesse relatório, você poderá usar os testes que apresentaram falha como indicadores do que pode ser feito para aprimorar o aplicativo.

Observação: No momento, o Lighthouse se concentra principalmente em recursos de Progressive Web Apps, como adicionar à tela inicial e suporte ao modo off-line. No entanto, o objetivo geral do projeto é oferecer uma auditoria abrangente de todos os aspectos da qualidade de um app da Web.”

Então, quando você roda a ferramenta no seu site, ele vai verificar diversos aspectos da sua interface com os usuários e atribuir uma nota.

A partir desse ponto, é possível verificar onde temos problema e como fazer para solucionar a questão.

A documentação que foi criada para explicar como se usa a ferramenta é muito útil caso tenham interesse.

 

Como Auditar meu site com o Lighthouse:

 
O Google ensina duas maneiras de usar a ferramenta uma via a extensão do Chrome e outra via linha de comando via node.js. Alias, esse material do Google sobre a ferramenta é muito completo e autoexplicativo.

No entanto, existe uma terceira maneira de rodar a ferramenta através do Chrome DevTools.

  1. Abra o Chrome DevTools no View>Developer>Developer Tools ou:

    como usar o lighthouse

  2. Clica em “»” e depois em Audits, conforme indicado abaixo:

    como usar o lighthouse

  3. A tela do DevTools vai mudar conforme abaixo, clica em “Perform an audit”

    como usar o lighthouse

  4. A tela muda novamente para a seleção das opções da auditoria, clica em “Run Audit”:

    como usar o lighthouse

  5. Agora sim seu site está sendo auditado:

    como usar o lighthouse

  6. O relatório gerado com uma nota para cada categoria auditada, conforme selecionado no item 4.

    como usar o lighthouse

  7. Nessa seta é possivel baixar o relatório em JSON-LD

    como usar o lighthouse

  8. Cada categoria se subdivide em diversos itens com explicação do que é auditado, como a nota é dada e o que pode ser feito para melhorar a nota do site. Veja no exemplo abaixo, as oportunidades informadas dentro da categoria “Performance”:

    como usar o lighthouse

 

Só o Lighthouse não é suficiente para o SEO

 
Ok, então você fez tudo o que precisava e seu webapp está com nota máxima em todos os quesitos. Será que vou, finalmente, conseguir sucesso na busca orgânica, gerando muito tráfego pro meu site?

Não necessariamente. Como dito no início do post, o Lighthouse é um guia e ele vai te ajudar em vários aspectos importantes que influenciam direta ou indiretamente no ranqueamento. Mas ele é parte de um todo. Existem diversos outros elementos que precisam ser verificados. Lembra? SEO são 1 milhão de pequenas coisas que contribuem para um objetivo comum.

Também vale dizer que essa ferramenta facilita a vida do consultor SEO, pois eles agregaram vários pontos importantes no desempenho de um site e que vinham sendo ignorados pelo mercado. Ou pior ainda, que estavam espalhados pelas diversas ferramentas que somos obrigados a usar.

Uma das maiores dificuldades em uma auditoria SEO é exatamente agregar as informações de maneira coerente e concisa. Na hora de reportar ao cliente as melhorias a serem executadas sem sobrepor ou duplicar itens desnecessariamente.

Não esqueça de comentar e compartilhar sua opinião.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de um plano de hospedagem para seu site?